terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Nem tudo é para sempre (parte XXI)

- Capítulo anterior: parte XX 

05:50h
            Ela estava cansada de ter ouvido por várias horas aquilo tudo que Dereck tinha para falar, seus olhos lutavam para se manterem abertos, enquanto o sono a abalava.
- Você esta cansada, eu também, por que não esquecemos esse probleminha à toa e vamos para casa?
 - Esquecer? – ela estava olhando para o céu que ainda estava escuro, tinha sido uma longa noite – Meio impossível, não?
- Nada é impossível quando se faz um esforço para dar certo.
- E por que nós ainda daríamos certo? Dereck você não entende? Está tudo acabado, não ficarei insistindo em algo que não existe.
- Dill, eu sei que você me ama.
- Posso te amar, mas você não me ama. – aquilo estava demorando, mas do que ela imaginava, talvez estivesse perdendo a coragem, mas teria de recuperá-la.
            Eles estavam necessariamente distantes, era agora ou nunca, ela tirou a arma da bolsa e apontou para ele.
 6:00h
            O vento frio da manhã batia no rosto dela, enquanto se aproximava daquele que era seu alvo.
- Você não quer fazer isso! – ele disse em bom tom olhando para a arma nas mãos de Dill.
- Você que provocou isso – ela disse fria, destravando a arma.
- Dill, você sabe que eu te amo.
- Nenhum amor é o bastante para calar o ódio que estou sentindo por você.
- Mas tudo nessa vida merece perdão.
- Não o que você fez comigo.
- Sei que você é melhor do que isso Dill – ele disse tentando se aproximar dela.
- Se você se aproximar eu atiro – ela disse mirando a arma no peito dele.
            Encurralado num penhasco e observando as águas do mar se mover logo abaixo dele e batendo brutalmente nas rochas. O sol nascia com uma leveza incrível, que em outra ocasião seria um lugar muito romântico. Ele tentou se aproximar dela, tinha uma pequena certeza de que ela não teria coragem de atirar.
- Eu sei que você não quer fazer isso – já estava perto o bastante para tirar a arma das mãos dela.
- Você é um hipócrita – disse enquanto dava um passo para trás.
            Em um movimento rápido ele conseguiu abraçá-la e abaixar a arma, que acabou disparando. O barulho estrondoso do tiro ecoou por aquele lugar, fazendo um pequeno bando de pássaros levantarem vôo. Depois foram apenas silêncio e lágrimas. 
6:30h
            O silêncio que se seguiu era devastador, ele a pegou em seus braços, tudo tinha acontecido rápido demais, ela tinha conseguido virar a arma para si própria e atirado, por que faria isso se o amava? Mas agora era tarde demais para tirar qualquer tipo de satisfação.  O corpo imóvel e sem vida simplesmente servia de prova de que as pessoas podem ser frágeis, que nada é impossível, e que amores não são eternos. Ele se arrependia amargamente de tudo que havia feito, mas como ela mesma havia falado, era tarde demais para isso, era tarde demais para qualquer coisa que pudesse pensar em fazer.

P.S. Hey morangos, amanhã eu posto o ultimo capitulo aleluia da fic, hoje eu fiz minha inscrição em alguns cursos (dança do ventre, street e teatro) todos eles tem teste de aptidão, to com um texto de teatro para decorar e dar um jeito de como eu vou encená-lo para o meu teste (lê-se: morrendo de medo)


Beijo a todos =*

13 comentários:

Maggs disse...

nem tudo o que parece é.. ;)

Camila disse...

e eu adorei seu blog..

Jυℓyαnα ツ disse...

Gente!
Nem creio que ela fez isso!
Mal posso esperar por amanhã para saber como isso vai acabar!

E boa sorte nos seus testes *---*
Vai dar tudo certo ;)



;*

érikaandrafa disse...

Nossa! Que curiosidade, rs.
Muito boa sorte em seus testes.

Leidiane disse...

Ameii o capitulo de hoje, gostei de ela morrer, é bom ele carregar ess peso!
Boa sorte.
Bjos ;*

Drizana Ribeiro disse...

Nem tudo é para sempre !
Nossas atitudes definem o nosso destino e muitas vezes o das outras pessoas também . Foi o que aconteceu com Dill e Dereck .
Ás vezes uma história de amor pode terminar em tragédia, como Romeu e Julieta; Tristão e Isolda; Capitu e Dom Casmurro (Bentinho)....
É a vida !
Muiito linda a sua história !
Adorrreeeei !
Bjs, Dri !

Boa Semana

Luiz Guilherme disse...

aparências são como Oasis...nem sempre é o que vemos.

http://guilg7.blogspot.com/

vlw...

Carolina Hermanas disse...

OH gosh, eu fui procurar os outros capítulos e eu juro que NUNCA pensei nisso.Tipo,a melhor amiga dela traindo-a e ela querendo ,matar o cara :O
= Super envolvente a história. *_*. Parece Sidney Sheldon.AHAHAH :P

ansiosa pelo próximo capítulo *_*


beeijão =)

Rafael disse...

Depois posta algumas fotos de você fazendo a dança do ventre :P

Nina disse...

Tô adorando a história! Boa sorte no teste

bjs

Marcos de Sousa disse...

Quero ler logo o último capítulo. Se for bom como o de hoje, vai fechar com chave de ouro.

Beijos

cecilia disse...

Aleluiaa \o/ a tay terminou antes do fim do ano (eu sempre falo isso rsrsrs)
Aah vai ter postar foto da dança do ventre kkkkkkk é brinks
Beijão tay
ps:amei os "hey,morangos"^^)

Tania T. disse...

Caaara!! eu não acredito que ela se matou!!

=p

Triste isso... :'(