segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

O que aprendi com a vida:


Aos 14 anos acreditava ter vivido muito, acreditava ter conhecimento o suficiente para explicar coisa e entender perfeitamente as desavenças do amor. Hoje, aos 17 anos acredito ter vivido muito pouco, e entendo o que Sócrates queria dizer ao afirmar que “só sei que nada sei”.
            Não importa quanto tempo vivemos e o que sabemos, isso nunca será o suficiente para entender o mundo, a vida e tudo que está ao nosso redor é um grande e maravilhoso mistério, e quanto mais tentamos desvendar esses mistérios, descobrimos o tanto que eles são cada vez mais complexos.


n/b: Oi jujubas, como estão? Desculpem o sumiço, mas é que ainda estou na maratona de fazer vestibular rsrs, domingo passado fiz do IFG e esse agora vou fazer a 2ª fase da UFG.


4 comentários:

Camila disse...

É vivendo e aprendendo (:

Tânia disse...

Acredito que boa parte desse nosso "desconhecimento" vêm das mudanças que constantemente ocorrem ao nosso redor. Porque, ás vezes, o que aprendemos como certo, hoje, amanha já é errado!

Um beijo, saudades daqui *-*

~๋٠Nizer ಌ disse...

Muita sorte no vestibular,flor!

E com relação a vida,é um constante aprendizado!
Com certeza os nossos sentimentos,nossa vivência e nossa consequência de aprendizado... é tudo muito profundo e lindo!!!

beijos

Tânia T. disse...

Oii,

seu blog sempre lindoo!

Tens toda razão, a vida é mesmo um mistério.. e é exatamente isso que faz com que ela seja tão maravilhosa, é muito bom ser surpreendido e a vida nos surpreende sempre com um novo começo e uma nova história.

Boa sortee ae com o vestibular! o/

Bjin, bjin!