quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

In my dreams

Ela corria rápido e parecia estar perdida, sem direção. O longo e pesado vestido atrapalhava-lhe os movimentos, eu tentava em vão reconhecê-la, pois tinha certeza que algo nela me era familiar. 
Continuei correndo, e foi então que percebi que, ela tinha mesmo algo familiar, ela era eu.
 Totalmente assustada com alguma coisa que não conseguia descobrir o quê, olhei rapidamente ao meu redor, procurando um lugar em que pudesse me refugiar, avistei um castelo e corri em sua direção, usando todo o fôlego que ainda me restava.
O jardim que me separava do castelo era imenso e por várias vezes me passou pela cabeça se teria um fim, ele era cheio de plantas espinhosas, as quais me feriam o rosto e os braços, apressei ainda mais o passo quando escutei barulhos de cavalos atrás de mim, eram eles que me perseguiam e eu sentia que se eles conseguissem se aproximar estaria morta. A porta de entrada do castelo estava relativamente perto e se aproximava ainda mais a cada passo que dava, antes de conseguir alcançá-la, tropecei em alguma coisa da qual não tive conhecimento e cai. Os cavalos pararam logo em seguida, tentei me levantar, mas algo me impedia, talvez tivesse torcido o tornozelo ou algo do tipo. Virei-me para encarar aqueles que me perseguiam, a adrenalina da correria ainda estava presente no meu corpo, respirava com um pouco de dificuldade e minhas mãos tremiam. Olhei para o rosto do rapaz que havia descido do cavalo e agora se aproximava, levei um susto ao reconhecê-lo, mesmo não tendo certeza disso, uma dor imensa invadiu meu coração, "como ele podia?". Ele empunhou sua espada e a apontou para o meu pescoço, fechei os olhos e conei cada segundo para o meu temivel fim, até sentir a espada se afastando da minha pele e um beque surdo perto de mim, ao abrir os olhos me deparei com o corpo dele ao chão e uma flecha cravada em seu coração.  Desesperei-me e tentei ir em sua direção, sentia lágrimas escorrerem pelo meu rosto e antes de alcançá-lo tudo escureceu...

Acordei com a garganta seca e conferi as horas no meu celulara, eram 3h da manhã, o sonho ainda estava bem vivo na minha memória, e eu não conseguia encontrar um motivo para ter sonhado com aquilo, talvez seja culpa do livro que estou lendo ou por minha imagem ser fértil de mais. Resolvi anotá-lo, vai que sonho com a continuação ou faço dele um conto, não é mesmo?



n/b: Oi jujubinhas, não consegui sonhar com a continuação (até porque sonhei com isso de segunda para terça), mesmo porque esse sonho não teve pé e nem cabeça, mas talvez, se eu animar o transforme em um conto, e o livro que estou lendo é "Obra completa - Murilo Rubião" que é um livro de contos e um mais louco do que o outro -qq.
Ah, outra coisa, visitem o blog da minha amiga Trêm das dez
Beijos ;*




6 comentários:

• Francelle Morgan • disse...

ÓÓwwn,que lindo! Eu amo esses sonhos misteriosos que fazem a gente não esquecer por um dia inteiro...rsrs

Amore,nem sabia que vc tinha mudado o link do blog,mas enfim,vou arrumar lá siim...é claaro que somos parceiras ainda! rsrs

Ówn,tudo bem querida,já fico feliz por você estar guardando o pôster pra mim aí,mande quando puder...e obrigaada!! S2

Beeijo
http://blogmymemories.tk

Larissa G. Guimarães disse...

Tay, obrigada flor, já estou te seguindo de volta ok? Adorei o seu cantinho aqui também, volte sempre por la, beijooos

http://meuinvernoastral.blogspot.com/

APENAS PALAVRAS disse...

Enquanto ouver mentes brilantes como a sua a qual posta coisas maravilhosas havera sempre um balde de gelo no qual podera com poucas ou muitas palvras expor seja lá como for aquilo que sua linha da imaginação possa ela crias sempre estara parte daquilo que és daquilo que nos revela numa simples imagem assim como ti na sua mais pura simpliscidade de mulher que és no intimo que fora criada posta sempre algo refenciando a fragelidade a força e as virtudes da mulher naquilo que és mulher.........bj linda
convido-a a fazer parte do meu blog.....
se ja faz.....sera sempre bem vindo linda

Jeniffer Yara disse...

AHH que sonho estranho mesmo Tay D: Mas poderias mesmo fazer dele um conto e escrever mais sobre ele, bem interessante *-*

Ah,já troquei seu banner link-me no meu blog :}

Beijos

Suzi C.L. disse...

Todos os sonhos são sem pé e nem cabeça. Me admira que tenha lembrado do seu! O_O". Eu esqueço poucos minutos depois de acordar. E,ficou bom o conto.
Blog Abstrações

Erika Fonseca disse...

Que lindo seu blog adorei. Sonhos as vezes dão boas inspirações né eu adoro ter sonhos assim.

erika-fonseca.blogspot.com