quinta-feira, 19 de novembro de 2009

- O Diário

Gente, minha vida anda muito monótona, por isso resolvi postar esse texto ficticio, espero que gostem.


Depois de tanto caminhar, ela se viu parada de frente para o mar, o seu único companheiro era o seu diário, o qual ela levava bem seguro entre suas mãos.
Caminhou calmamente na areia branca da praia, enquanto o crepúsculo chegava, aquele fim de tarde seria diferente, seria o dia em que ela largaria todo o seu passado para trás.
No final da praia ela se deparou com algumas pedras, observou-as atentamente, e começou a escalar, "aquele seria o lugar", pensou com ela mesma. Chegando na ponta da pedra mas alta, ela olhou para baixo e viu as calmas ondas do mar, vindo lentamente, e batendo com toda a força na pedra, era uma cena incrivel. Ela pegou o pequeno diário o qual observou durante alguns minutos, abriu-o, e começou a arrancar as suas páginas uma a uma, enquanto lembraças viam aflingi-la, flashes do passado viam na sua mente, jogou as páginas aos poucos, nas águas azuis logo abaixo dela.
As águas do mar começaram a carregar as folhas para longe, ela observou a cena durante um tempo. Mas no fundo ela sábia que aquelas páginas não faziam diferença, o seu passado estava gravado dentro dela, mas aquele gesto, aquela cena, fez com que ela se sentisse melhor, se sentisse mais leve.
Pois teve a certeza, que assim como as águas do mar levavam as folhas embora, o tempo um dia também levaria embora as suas lembranças.

Beijo a todos ;*

19 comentários:

~*rafasonehara disse...

Nossa Tay que texto lindo!! *--*
Eu já rasguei um diario meu mais assim como vc disse não adianta pq o passado as lembranças continuasm sempre com a gente ;~
Beijoooos

Diana Valentina disse...

começar jogando fora as páginas do diário é uma boa coisa.
depois as folhas dentro da gente se apagam com o tempo.
=)

'Ariane .( lla Belle )' disse...

Muito fofo o seu texto, fiquei pensando no que escrevi, mesmoquando queremos não conseguimos arrancar o que já está gravado e nós.

Muito lindo seu blog

Beijos

Kim Sousa disse...

Que texto massa..."As águas do mar começaram a carregar as folhas para longe, ela observou a cena durante um tempo. Mas no fundo ela sábia que aquelas páginas não faziam diferença"

me fez recordar tanta coisa...

Vix, a vida tá monótona? Preocupa não...vai melhorar, tenho certeza...

Abração Tay...

Camila disse...

esse diariio da fotoo é liindo demais :)

renata disse...

o tempo, sempre ele. deixa que ele faz passar, faz levar...

beijos.

Tania Girl disse...

olá!!
Amei a história e bem no fundo espero que vc tenha razão...
Espero q um dia o tempo leve mesmo as lembranças...rsrsrs
Bju

Melisse Abrantes disse...

Lindíssimo...
amei msm! Eu já tive vários diários, mas com o tempo preferi parar de escrever neles. :D

Desirée disse...

Já desejei que minhas lembranças fosse levadas embora, mas eu quero e preciso delas.
bjos :)

patyemo disse...

Muuito fofo.
Adorei o post.
"É dificil se livrar de lembraças que estão presas em nós."

Jessy disse...

amei o texto! tem tanta coisa no meu passado de que eu me arrependo... acho que seria muito bom apagar algumas coisas pelas quais eu já passei. por isso eu meio que abandonei meu diario e fiquei só com o blog!

bjos fofa!

***MissUniversoPróprio*** disse...

Texto lindo. Certa vez escrevi sobre folhas secas aos pés de uma árvore, levadas por um vendaval, comparando-as com as mágoas e dores.

Ps. Já li A Cabana, realmente muito bom! ;)

Beijos flor!

Flavih Jones disse...

Adorei o post.
Eu tenho um diário.
Escrevo nele de vez em quando.
Mas não acho q teria coragem de joga-lo fora.

=D

Franci disse...

O tempo arrasta consigo tudo: coisas boas e ruins. E isso é algo que não podemos mudar...

Beeijos!

carla l. disse...

'O medo fica maior de cima da pedra mais alta
Sou tão pequenininho de cima da pedra mais alta
Me pareço conchinha ou será que conchinha acha que sou eu?
Tudo fica confuso de cima da pedra mais alta'

Inevitável lembrar dessa música do Teatro Mágico.
Se livrar de objetos que fizeram parte do passado ajuda a amenizar a dor que o passado em si pode causar.

Márcia Amaral disse...

isso não seria pouluição ? huahfuahfua, ê, enfim, boa ideia, vou fazer isso, que dizer, eu gosto de guardar meu antigo diario, pra peseber o quanto eu era ingenua e não cometer os mesmo erros, mas virei garota má, e garotas más nunca tem tempo pra diarios ! AJFIAHFHAUF, me ignore ok

Felicidade Clandestina. disse...

teu texto foi lá no fundo de mim, sério. \:
Tenho pensado muito no tempo e essas ações que ele possui ao fazer a gente esquecer (ate de nos mesmos) com o seu passar .

Gostei á beça flor. Lindo lindo :*

GaB. disse...

Que texto lindinho. Adorei
Estou te seguindo,
Bejin (:

Tay'' disse...

Valeu pelos comentários gente,
bjus ;*