sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Um amor mal compreendido...

Em pleno século XXI, tenho uma paixão que poderia ser considerada "das antigas", mandar e receber cartas. Muitos já me perguntaram porque não posso apenas enviar um email ou um recado no mural do facebook, mas essas pessoas que me perguntam isso, nunca entenderiam os sentimentos que estão presentes em um único pedaço de papel. O mundo hoje anda tão focado em tecnologia, que algumas coisas simples deixaram de fazer sentido, e o que não faz sentido hoje em dia é considerado estranho, pois bem, nunca fui de ser igual a todo mundo mesmo.
Uma carta é algo carregado de sentimentos, perdemos um pedacinho, mesmo que pequeno, do nosso dia escrevendo aquela carta, pensando em tudo que queremos contar e como expôr nossos sentimentos, talvez, seja até mais fácil do que expor assim, aberto na internet. 
A melhor parte de todas é a espera, porque sabemos que aquilo que nos foi enviado chegará em breve, nunca tendo um dia ou hora previsto, mas então, a encontramos ali, deixada dentro dos correios e a explosão de alegria e curiosidade que temos supera qualquer frustração de espera, procuramos delicadamente a melhor forma de abrir o envelope, sem que tire um pedaço do contéudo que ali se encontra, lemos, sorrimos... as vezes brincamos de decifrar algum traço da letra que saiu estranha, mas mesmo assim, sabemos que tudo que está escrito ali é verdadeiro, foi criado pela pessoa que escreveu e não recortado ou compartilhado da internet, então cuidadosamente pegamos folhas de papel e formulamos uma resposta, para ser enviada e aguardada anciosamente pela outra pessoa.
Quem me vêe assim, descrevendo apaixonadamente o meu amor pelas cartas, pode não entender, ou achar que estou criticando a tecnologia, mas não é nada disso, é apenas o sentir, o saber que talvez nasci na época errada... uma romântica por natureza, quem sabe.
E ai estão as minhas queridinhas, enviadas por pessoas que mesmo distantes são consideradas grandes amigas, isso que eu chamo de recordação, de pedacinho de história que ficará comigo, e mostrarei para os meus filhos. Pois bem, quem quiser me ver feliz e sorrindo, apenas me envie uma carta....


P.S. Hey apples, desculpe todo esse texto em torno das cartas, mas é que precisa comentar sobre isso, pois querendo ou não já faz parte de mim neah? Mas enfim, quem quiser trocar cartas comigo, não sendo garotos, porque pode dar alguns problemas, é só entrar em contato =)
Ah, e por falar nisso, uma das pessoas com quem troco cartas é a Olive do Enchant ela tem um projeto bem bacana o "patota da coruja de papelão" que é sobre trocar cartas, quem quiser conhecer  é só clicar aqui
Beijos ;*

12 comentários:

Tânia T. disse...

Carta é mesmo tudo de bom!! Adoro também!!

Acho lindo as cartas de amor.. aiai.. pena que as coisas mudam né??

Falando nisso, prometi a tempos te mandar uma carta.. vou aproveitar as férias e te mando, tah? Qualquer dia chega uma carta minha ae.. hehe'

bjoo

Patriny Marcelle disse...

Eu nunca mandei cartas para ninguém e nem recebi. Mas deve ser tão legal ! :)
Beijos

✿ Nessinha✿ disse...

Oi Tay!
Amei seu texto e me identifiquei muito com vc!!
Eu amo receber cartas e fico super feliz quando vejo a cartinha na caixa de correio, me dá uma alegria inexplicável, até me sinto importante!!
Sabe o blog me proporciona isso, e ultimamente recebo cartas de outras blogueiras e isso é muito bom!!

Ahh, uma vez vc disse que tinha me enviado uma carta lembra?? Não chegou!!

Gostaria de trocar cartas com vc, me manda seu endereço para meu email vanessapereira04@hotmail.com

Bjinhs
http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com

Luana Natália disse...

Eu concordo com você sobre as cartas, a emoção é grande demais quando vemos que alguém perdeu um tempinho da sua vida conosco, escrevendo-nos uma cartas. Mas recebo bem poucas delas.
Eu gostaria de trocar cartas com você :)
Qualquer coisa, fica com o meu email: luanasenacosta@yahoo.com.br

Beijos!

Bianca gs. disse...

Ah eu também gosto muito de cartas... as que eu recebi das amigas na espoca da escola ainda estão lá, guardadinhas! :) rs
Eu ando por ai procurando com quem me corresponder... rs
Beijos

Leidiane disse...

Cartas, faz tempo que eu não recebo uma. Acho lindo isso, queria ser desse tempo também. Parabéns pela sua coleção..
Bjos ;*

Adriano Silva disse...

hahahha adorei, tambem adoro enviar cartas, escrever é algo prazeroso, receber uma carta ver a letrinha da pessoa é ''bão de mais'' rsssssssss abraço menina...e se cuida

Srª หคтнყ disse...

Menina acho que somos irmãs.
Tenho uma caixa rosa, cheia de escritos dos meu amigos. Quando leio fico feliz e triste ao mesmo tempo,acho que é normal ao recordar os momentos.

Amei o post *---*

Um Beijo

Alexandre Lucio Fernandes disse...

Eu gosto de mandar cartas. É muito significativo e muito verdadeiro. a pessoa dispendiou um tempo para escrevê-la, pôs sentimentos em cada letra.

Carta é tudo de bom mesmo...

Beijinho!

Bruna Morgan disse...

Eu AMO cartas, e estou escrevendo uma história nesse gênero *-*


bruna-morgan.blogspot.com

Jeniffer Yara disse...

Só troco cartas com uma pessoa, mas amo muito também escrevê-las e receber ^^

Lindo texto. Beijos

Leonard M. Capibaribe disse...

Muito interessante essa sua forma de pensar! Muito bom mesmo! Parabéns!